A arquitetura do Centro de tecnologia da McLaren

A arquitetura do Centro de tecnologia da McLaren

Lugar limpo, claro. Definitivamente não parece uma fábrica, muito menos de carros. Essa é o do centro de tecnologia da McLaren.

Realmente inacreditável. As fotos são de Ludovic Parisot, e sim são fotos e não perspectivas 3D.

 

Localizado próximo de um Centro de Tecnologia da McLaren já existente, os dois edifícios se conectam por um túnel subterrâneo.

Com 34.500 metros quadrados, esta “fabriqueta” abriga todos os presente e futuros automóveis esportivos da marca, graças ao amplo espaço e serviços totalmente integrados, tornando assim a fábrica inteiramente flexível.

A estrutura linear arquitetônica de dois andares se espelha no fluxo da linha de produção, ou seja; os superesportivos são montados, pintados e testados, após passam por uma esteira rolante de lavagem e só então é que deixam o edifício.

No subsolo destes pisos existe um porão para armazenamento dos veículos e, no andar acima, um mezanino com vista para a linha de produção.

A linha de produção possui um exclusivo isolamento térmico natural, que mantém a planta fresca durante o verão e aquecida durante o inverno.
Para completar a ventilação interior o edifício possui um sistema de ventilação por deslocamento que faz com que o ar fresco percorra todo o interior, com consumo energético baixíssimo.

Um sistema de captação de água da chuva, que irriga a vegetação local está presente na cobertura do prédio. Para finalizar a questão eco-sustentável, arvores foram plantadas no entorno do local formando um belo jardim de paisagem ornamental aos edifícios. Até a terra que foi retirada para a construção foi realocado de volta em torno do local.



Lord Norman Foster, arquiteto criador e diretor da Foster + Partners afirma que “O Centro de Produção McLaren é um salto adiante na evolução de edifícios industriais, tanto socialmente, e em termos de condições de trabalho, como tecnologicamente em sua flexibilidade, sofisticação e integração de serviços. A escala e a grandiosidade do salão principal é um complemento à pureza dos carros da McLaren, que sairão da sua linha de produção”.

Com certeza esta magnífica fábrica da McLaren é um exemplo a ser seguidos por outras montadoras que sequer valorizam o local e condições de trabalho de seus colaboradores… Fica aí a dica!

Veja mais fotos abaixo: 
(Clique nas fotos para amplia-las)